• 193
    Shares
Damhert Portugal
A história de uma família empreendedora motivada por um diagnóstico familiar!

Quando a doença celíaca bateu à porta de uma família, esta optou empreender em vez de se repreender. Assim, e em boa verdade, foi o diagnóstico de doença celíaca que motivou uma família a empreender no mercado Gluten Free em Portugal. Conheça agora a historia desta família: o casal, Carla e  Nuno, pais do Afonsinho e do recém-nascido João, e o casal Ricardo (irmão de Nuno) e Marlene —  celíaca — pais do Tiago. Cada casal com a sua profissão, Engº Civil, Educadora, Engº Electrotécnico e Engª Zootécnica optaram por se tornarem empreendedores na área do gluten free. Todos com um verdadeiro objetivo: viver em família, “difícil o fim-de-semana que não exista um motivo para festejar até o parto do gato é motivo para abrir a garrafa de champanhe”, declara Carla.

Mas vejamos, os anos de 2014 e 2015 foram bem complicados para Marlene, depois de uma gravidez e de um parto tranquilo, ela começou a sentir-se mal e cansada, teve o diagnóstico de anemia e o cansaço só piorava.

A médica que a acompanhava desconfiou da doença celíaca e solicitou análises e exames. As dores abdominais só aumentavam, a magreza era visivel e a endoscopia só confirmou a suspeita… A recomendação do gastrenterologista foi clara “Medicamentos não existem, apenas tem que iniciar uma alimentação sem glúten e vai ver que recupera o seu peso e as dores vão desaparecer, atenção as contaminações cruzadas, torradeiras, manteiga, talheres…”, Marlene conta que não aceitou de forma fácil as restrições que teria da nova vida.

Os familiares faziam de tudo para que ela se sentisse bem. Quando soube do diagnóstico, a sogra Sílvia deslocou-se à loja mais próxima e gastou um “dinheirão”, em todos os tipos de bolachas, farinhas, croissants, tudo sem glúten.

Ricardo, o marido deixou de comer o pão que tanto adorava imediatamente, e Tiago o filho de apenas quatro anos já assimilou e bem com cuidar como cuidar de sua mãe “mamã, eu posso comer tudo o que tu comes, mas tu não podes comer tudo o que como! Isto tem “Glucalo”, tu não podes!!!”.

A cunhada Carla também não media esforços para agradar à amiga de longa data, e toda vez que viajava procurava produtos sem glúten e saborosos, aliás foi numa dessas viagens que Carla descobriu a marca Damhert, o sabor encantou Marlene e trouxe alegria já perdida na hora de consumir os lanchinhos habituais, barras de cereais, barras de chocolates, bolachas de aveia com passas para que ela pudesse levar para a hora do lanchinho.

Toda essa empolgação de Marlene fez com que a família se unisse e pensasse em trazer a marca da Bélgica para Portugal. Os cunhados Carla e Nuno trataram de todo o processo junto à empresa mãe, eles estavam decididos a trazer este sabor para Marlene e para mais celíacos.

Assim, nascia a Damhert Portugal, no dia 11 de novembro de 2017, numa comemoração regada à champanhe e alegria. A qualidade da marca somada ao esforço e trabalho da família tem rendido frutos, hoje a Damhert, para além da Loja Online já está em vários pontos de venda de Portugal (goo.gl/xzvJFa) e não escondem o desejo de levar a marca para o Brasil, estando já em contacto com alguns possíveis representantes.

Sobre a Célia afirmam “Para nós é uma honra ser uma marca do coração da Célia, antes de mais nada, formamos laços de amizades com a Eve e o Pedro, adoramos o mascote que eles criaram para  a marca — a pequena “renazinha” –(https://www.youtube.com/watch?v=ac8RQ6m5KZM). Decidimos caminhar juntos porque acreditamos que temos os mesmo valores e sei que estamos fazendo a nossa história junto com a Célia, afinal juntos somos mais fortes”, declara Carla.

Para nós da Célia Celíaca, também é uma honra ter uma família tão querida e empreendedora connosco, pessoas assim motivam-nos sempre melhor, enxergar oportunidades nas dificuldades é possível e vocês certamente são inspiração.

 

 

 

Entre em contato com a

Célia Celíaca

Prove sua Humanidade: 3+7=?