• 106
    Shares
Com a palavra, Noádia Lobão
Nutricionista, idealizadora e organizadora do COINE .

Texto de Tatjane Garcia

 

Noádia Lobão é nutricionista, idealizadora e organizadora do COINE – Congresso Internacional de Nutrição Especializada e Expo Sem Glúten, que em 2018 chega a sua sétima edição. O Congresso será realizado nos dias 04 e 05 de maio, no Centro Cultural João XXIII, em Botafogo/RJ.   O objetivo do evento, de acordo com  Noádia,  “é disseminar o conceito e as descobertas científicas relativas às desordens relacionadas ao glúten e às alergias alimentares, as técnicas e a tecnologia envolvida na alimentação isenta de glúten para as pessoas com necessidades alimentares especiais e demais interessados numa alimentação hipoalergênicas.

Além de promover este importante Congresso,  Noádia, também fundou o CBAN – Centro Brasileiro de Apoio Nutricional, que surgiu com o propósito de ajudar as pessoas que precisam de informações e esclarecimentos sobre nutrição. A empresa reuniu nutricionistas, médicos, fisioterapeutas, entre outros profissionais, que traduzem  a ciência da nutrição em soluções práticas para a vida saudável. As informações estão disponíveis no site http://www.cbancursos.com

No CBAN, a nutricionista produz textos que incentivam a promoção da saúde e auxiliam no tratamento das doenças, principalmente a respeito das doenças autoimunes. Noádia destaca que “O CBAN busca divulgar o papel da nutrição humana e das outras ciências, de algum modo ligadas a nutrição, na promoção da saúde e no tratamento das doenças”.

Para conhecer a história de Noádia, a Célia Celíaca buscou saber um pouco mais sobre a sua vida para descobrir de onde vem tanta motivação.  Inicialmente formada em Letras, em 1993, Noádia partiu para a Nutrição somente em 1999. Após concluir o Curso de Nutrição, de posse do registro temporário,  ela começou  a atuar na nutrição clínica e esportiva e também a fazer um curso de pós-graduação em obesidade.

Segundo Noádia , isso “Foi só o começo, não parei de estudar nutrição, que se tornou parte da minha vida! Hoje respiro nutrição 100% do meu dia, é uma relação de amor incondicional!”.  Ela continua sendo uma mulher “da palavra”. Por meio de seus textos e palestras,  dissemina sua paixão pela nutrição, leva conhecimento aos que precisam  e abre portas para a discussão e reflexão acerca da Doença Celíaca e de outras  doenças autoimunes. Atualmente, está cursando o doutorado em Ciências da Saúde.

Noádia não é celíaca, mas se interessou pelo assunto nos últimos períodos da faculdade e já ali iniciou sua pesquisa sobre o tema. Para surpresa da nutricionista recém-formada, em sua primeira semana de trabalho, realizou o atendimento  de uma pessoa com sintomas da celíaca.  O paciente a procurou para ganhar peso e relatou desconforto gastrointestinais e diarreia frequente.  Após os exames clínicos de rotina e do exame sorológico para doença celíaca, com anticorpos positivos, o paciente foi  encaminhado por Noádia  ao gastroenterologista para realização da biópsia duodenal e fechamento do diagnóstico de doença celíaca pelo médico.

A nutricionista revela que teve vários questionamentos sobre o tratamento de pacientes celíacos: “ Imagine uma pessoa que ficou muitos anos com uma ampla deficiência nutricional e consequentemente cheia de sequelas dessa desnutrição crônica? Sabia que podia, através dos conhecimentos adquiridos, modular esse paciente através da nutrição. E assim é a minha missão. Tenho vivenciado, a cada dia, na minha prática clínica, resultados milagrosos com a intervenção nutricional.” A nutricionista sentiu de perto as dificuldades e o preconceito enfrentados pelos celíacos, ela relata o seguinte:  “Assim que comecei a pesquisar receitas para atender as necessidades dos pacientes celíacos, principalmente de crianças, resolvi ficar 1 ano sem comer alimentos sem glúten, e, assim, vivenciei todas as dificuldades que o celíaco passa em sua vida social, nos restaurantes, nas viagens, etc. Essa experiência me fez procurar várias soluções para melhorar a qualidade de vida dos celíacos, como elaborar pães mais ricos em fibras e ingredientes mais saudáveis.”  Hoje ela tem uma alimentação balanceada, evita o glúten e alimentos ultra processados como a farinha de trigo.

Essas e outras experiências como a dificuldade em encontrar cursos para a produção de alimentos sem glúten, como o pão, a levaram a criar o COINE. De acordo com ela “O COINE  foi idealizado em um contexto, onde, de um lado, os pesquisadores avançam rapidamente no conhecimento sobre as doenças autoimunes e de outro lado, boa parte da sociedade, incluindo profissionais de saúde, ainda demonstram desconhecimento sobre essas questões.

Além do CBAN, Noádia atua na área de nutrição clínica em consultório particular e também no Studio NC Personal Trainer, no Rio de Janeiro, mas ainda há tempo para desenvolver  trabalho voluntário na  Fraternidade Anawin de São Francisco de Assis , setor de Convivência de Idosos,  e na ACELBRA RJ – Associação dos Celíacos do RJ.

Porém, o COINE tem sua principal atenção no momento. Às vésperas do Congresso, a nutricionista concedeu entrevista à Célia Celíaca, que convida a todos os interessados nessa temática a participarem do evento.  Apesar do  maior público do COINE  ser de nutricionistas e estudantes de nutrição, o evento é aberto para área da saúde em geral, segundo a organizadora “Uma das propostas do COINE é justamente esta troca de informações com o objetivo de esclarecer a maior quantidade possível de profissionais de saúde sobre as várias nuances apresentadas pelas desordens relacionadas ao glúten.”

Além das palestras com especialistas, workshops de receitas sem glúten, ministradas por gastrônomos e nutricionistas especializados na área,  exposição de produtos sem glúten, e oficinas de culinária infantil,  o evento conta também com  apresentação de trabalhos científicos, que mostram que as pesquisam na área tem avançado, e os 3 melhores trabalhos serão premiados no Congresso.

Um dos destaques desta edição do Coine é a presença de Eduardo Cueto Rua, médico gastroenterologista e Fundador da “Asociación Celíaca Argentina”, com a palestra “El impacto de las Enfermedades Asociadas en la Sensación de Salud o Enfermedad en las Personas Celiacas”, no dia 04/04, às 14h. Além do competente time de nutricionistas e médicos, o congresso conta com  palestras de nomes de referência nas áreas da Agronomia, Psicologia e Química.

O cuidado com uma alimentação saudável é uma das preocupações do COINE desde o início. Nesta edição Noádia relata que “Queremos aproximar o produtor agroecológico, a agricultura familiar e a economia solidaria à população com desordens relacionadas ao glúten, através do COINE. Pretendemos demonstrar que existe uma alimentação mais saudável e mais sustentável à disposição da comunidade celíaca”.

Uma dica importante! A Expo/feira sem Glúten tem entrada gratuita e acontecerá no 5º andar do Centro de Convenções nos dias 04 de maio das  10h às 17h e 05 de maio das  9h às 16h. As demais atividades tem custo e as inscrições podem ser feitas pelo site: http://www.coinebrasil.com/. A organizadora destaca que “O COINE é o único no Brasil que apoia a associação de celíacos e, também, incentiva os pesquisadores que buscam soluções que visem melhorar a alimentação e a qualidade de vida dos celíacos. O nosso evento é muito específico e para uma população muito especial. Poucas empresas atendem a população com desordens relacionadas ao glúten.

Nos últimos anos, o COINE tem contribuído de forma substancial para informar tanto os profissionais de saúde, quanto a sociedade em geral sobre os diversos aspectos das doenças autoimunes e de alergias alimentares que fazem parte do cotidiano de boa parcela da  população brasileira e mundial. A Celia Celíaca deseja vida longa ao COINE e parabeniza Noádia Lobão e toda a equipe que torna possível este importante congresso.

 

 

Noádia Lobão, é  diretora sócia e a nutricionista do CBAN (Centro Brasileiro de Apoio Nutricional), consultora técnica da ACELBRA, presidente do VII COINE (Congresso Internacional de Nutrição Especializada e Expo Sem Glúten, organizadora do livro Vida Saúdavel Sem Glúten, da editora Batel e responsável pela área de nutrição e alimentação do Green Nation.

 

Tatjane Garcia atua como assistente de comunicação, assessora de imprensa, produtora cultural, é mestre em Literatura pela UFPR e colaboradora da Célia Celíaca.

 

Serviço

VIII COINE  (Congresso Internacional de Nutrição Especializada e Expo Sem Glúten)

Data: 04 e 05 de maio de 2018, das 9h às 18h

Local: Centro Cultural João XXIII, Botafogo – Rio de Janeiro, RJ

Inscrições: http://www.coinebrasil.com

Contato: [email protected]

Tel. (WhatsApp): (21) 99523.3669

 

 

Entre em contato com a

Célia Celíaca

Prove sua Humanidade: 1+6=?